CampanhasÚltimas Matérias

São Paulo: Dia Nacional de Combate ao Colesterol terá testagem gratuita na Estação da Luz

No dia 08 de agosto, quem passar pela Estação da Luz da CPTM, em São Paulo, das 09 às 16h, poderá realizar testes gratuitos de colesterol e glicemia, com assistência de uma equipe de saúde completa. A ação, idealizada pela ADJ Diabetes Brasil com patrocínio do grupo farmacêutico Novartis, acontece como campanha de alerta e conscientização no Dia Mundial de Combate ao Colesterol.

A participação é muito simples. Basta comparecer. Dez enfermeiras estarão a postos para a testagem e, também, orientar os passantes sobre um dos principais problemas de saúde enfrentados na atualidade. Nos casos de resultados fora dos parâmetros serão encaminhados para orientação.

Os perigos do colesterol

O colesterol pode ser dividido em dois grupos: o LDL, que leva gordura às células e é conhecido como “colesterol ruim”, e o HDL, também chamado de “colesterol bom”, justamente por ter a função de coletar a gordura excedente nas células e leva-la para o fígado, onde será metabolizada. Acontece que esta relação pode ser descompensada por fatores como alimentação, estilo de vida, histórico familiar, entre outros.

“O LDL costuma ser denominado “mau colesterol” porque seu excesso no sangue associa-se a doença das artérias coronárias, responsáveis por transportar sangue para o músculo cardíaco. O LDL lipoproteína deposita o excesso de colesterol na parede das artérias provocando a formação de placas gordurosas que estreitam os vasos e podem impedir a circulação do sangue”, explica o cardiologista e parceiro da ADJ Diabetes Brasil, Carlos Alberto Machado.

Para se ter uma ideia da urgência do assunto, o LDL, ou colesterol ruim, é o principal fator de risco para a aterosclerose, que é o acúmulo de placas de gordura, cálcio e outras substâncias nas artérias. A aterosclerose, por sua vez, pode provocar infarto agudo do miocárdio e acidente vascular cerebral que, segundo a pesquisa Impact of Lipids on Cardiovascular Health, respondem por 61% das doenças cardiovasculares. De acordo com o Global Burden Disease, as doenças cardiovasculares são responsáveis por 397 mil mortes/ano Brasil, número maior que todos os tipos de cânceres somados.

 Sintomas e cuidados

O colesterol fora dos padrões médicos aceitáveis não tem uma manifestação característica própria. Por isso, é muito importante a realização de exames periódicos para checagem e acompanhamento.

“É importante se atentar aos cuidados do dia a dia. As dietas ricas em colesterol e gorduras saturadas podem aumentar os níveis circulantes de LDL colesterol. Dietas ricas em gorduras insaturadas podem baixar os níveis de colesterol. O tratamento do colesterol alto, consiste em dieta saudável, perda de peso, atividade física e, nos casos indicados, medicação”, finaliza Machado.

Especialistas reforçam, entretanto, que dieta é importante, mas não é tudo. Isso porque  25% do colesterol vem da alimentação e 75% é produzido pelo próprio fígado. Desta forma, não basta reduzir o LDL, mas se manter dentro de metas específicas. Para os pacientes que já tiveram infarto ou AVC, o risco é muito alto e o nível deve ser abaixo de 50 mg/dL. Já para os que têm diabetes e hipertensão sem infarto ou AVC prévios, a classificação é de risco alto e o nível deve ser menor que 70 mg/dL.

SERVIÇO

Estação Luz da CPTM – Saguão Principal

Endereço: Centro Histórico de São Paulo, São Paulo

Contato ADJ Diabetes Brasil: (11) 3675-3266 – ramal 3266 ou (11) 97148-0465

Informações: www.adj.org.br

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Botão Voltar ao topo