Em FocoÚltimas Matérias

A sexualidade de mulheres e homens na faixa de 18 a 40 anos de idade: entrevista com a sexóloga Walkiria Fernandes

                                                                  Imagem de Mohamed Chermiti por Pixabay 

           A sexualidade é muito importante na vida das pessoas e, nesse momento, com mulheres e homens já vacinados contra a covid 19, e, depois de muito tempo, com todos fechados em casa e evitando relações mais íntimas, é normal que este seja um momento de maior alegria, com bares que começam a ficar cheios nas cidades do Brasil e com os sites de relacionamento bem mais acessados. Afinal, começa um tempo de afastar as relações que não estão boas e procurar novos parceiros para relação séria ou encontros casuais, tendência do nosso tempo. Também, quem não está namorando procurar um par. 

Evidentemente, existe uma diferença da sexualidade em cada faixa etária, com maior ou menor frequência de relações sexuais, e outras questões da mulher e do homem. Para abordar o assunto, o Portal Medicina e Saúde entrevistou a psicóloga Walkiria Fernandes, graduada em Psicologia Clínica, pós-graduada em Sexualidade Humana, com vários cursos na área, participação em diversos congressos nacionais e internacionais sobre disfunções sexuais e seus tratamentos. Ela foi professora de Psicologia do Comportamento Sexual e Psicologia Multimodal do Comportamento no instituto Cultural Newton Paiva/Belo Horizonte/MG.

O Portal Medicina e Saúde vai publicar duas entrevistas: esta, sobre “Sexualidade nas faixas etárias entre de 18 a 40 anos” e, na próxima semana, “nas faixas acima dos 50 anos”.

Walkiria, as questões da sexualidade são diferentes de acordo com as faixas etárias, não é? Vamos começar falando da faixa dos 18 aos 29 anos de idade.

Sim, é verdade. A idade em que, geralmente, as pessoas têm maior frequência de relações sexuais é entre 18 e 29 anos. Vários fatores contribuem para uma modificação ou diminuição desta frequência, ao longo da vida, como a idade, estado civil, estilo de vida, intensidade do desejo sexual, saúde, entre outros. No entanto, vale ressaltar que não devemos medir a satisfação sexual de uma pessoa, apenas pela frequência das relações. A isso deve-se juntar, a qualidade do sexo que ela pratica.

Quais são as principais questões da sexualidade na faixa dos 30 anos?

A sexualidade feminina tem as suas peculiaridades. Cada fase da vida tem as suas vantagens e desafios. Na faixa dos 30 anos, geralmente as mulheres se dedicam mais ao seu desenvolvimento e crescimento profissional. Geralmente fazem uso de anticoncepcionais porque filhos podem dificultar o crescimento da sua carreira. Geralmente passam a se preocupar em ser mãe alguns anos depois. Os usos constantes de alguns anticoncepcionais podem inibir o desejo sexual de algumas mulheres. Por outro lado, é a fase em que ela começa a atingir a sua maturidade, a conhecer melhor o seu corpo, o que contribui para uma sexualidade mais plena.

Os homens, a partir dos 30 anos, começam a sofrer uma diminuição das taxas de testosterona. Geralmente, valorizam em extremo o sexo com penetração, nem sempre procurando curtir os prazeres que outros toques e carícias possam proporcionar a eles e à parceira.

Walkiria, e na faixa dos 40 anos?

Nessa fase a mulher já pode começar a ter uma irregularidade na sua ovulação, em função da diminuição das taxas hormonais. Isso pode passar a comprometer a sua libido. As transformações no seu corpo já passam a ficar mais evidentes e podem comprometer a autoestima da mulher, principalmente daquelas que se cuidam pouco, não praticam atividades físicas e nem se preocupam com a sua alimentação. Por outro lado, nessa faixa etária a mulher já se encontra mais madura e bem resolvida nas suas questões da vida e isso tem um reflexo positivo na sua sexualidade, aumentando inclusive a possibilidade de atingir orgasmos mais plenos.

Para os homens, essa é a fase ideal para começar a fazer o acompanhamento médico para verificar as taxas hormonais. Nessa faixa etária o homem tanto pode ficar satisfeito consigo mesmo pelas realizações conquistadas, quanto pode passar por conflitos existenciais quando repensa a sua história de vida, questionando “o que conquistei até agora? ”, “Estou no caminho certo para alcançar a minha liberdade financeira? ” … é a fase das perspectivas em relação ao futuro. No campo da sexualidade, é comum aumentar a expectativa e preocupação com o desempenho sexual.

Serviço:

Psicóloga e sexóloga Walkiria Fernandes | Fone: (31) 9 9223- 9090 | Belo Horizonte–MG www.doctoralia.com.br

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo