Hospitais do BrasilSociais

Hospital Libertas é lançado em prestigiado evento em Belo Horizonte

                      O presidente da FSFX, Salvador Prado Júnior e o presidente da Usiminas, Sérgio Leite

A diretoria da Fundação São Francisco Xavier, braço social da Usiminas nas áreas de saúde e educação, lançou no último dia 7, na Sala Minas Gerais, em Belo Horizonte, um de seus maiores empreendimentos: o Hospital Libertas, cuja inauguração está prevista para março do próximo ano. Sua construção está a todo vapor na antiga sede da Usiminas – região da Pampulha, e, assim que estiver concluída, irá atender todo o vetor norte da capital mineira, bem como municípios vizinhos.

A solenidade de lançamento do empreendimento foi presidida pelo Diretor-Presidente da Fundação São Francisco Xavier, Salvador Prado Júnior, e pelo Presidente da Usiminas, Sérgio Leite. Contou também com a presença de diretores e representantes das duas entidades, empresários, autoridades, médicos e outros convidados vips.

O evento foi animado com um show pra lá de especial do Skank, que se reuniu novamente para tocar grandes sucessos que marcaram os 30 anos de trajetória de uma das mais queridas bandas do pop-rock nacional.

De acordo com Salvador Prado Júnior, “vamos trazer para os belo-horizontinos a nossa experiência em tratar de gente com carinho, cuidado e respeito. O nosso foco no ser humano é o maior legado que podemos repassar para a população. O Hospital Libertas é nossa continuidade neste trabalho”.

“Além do Libertas, estamos chegando para consolidar a Usisaúde. Ela é hoje a maior operadora filantrópica do país e a mais renomada do Vale do Aço”. Hoje, a operadora atende mais de 200 mil vidas.

O projeto tem aporte de R$ 280 milhões, com previsão de gerar cerca de dois mil empregos diretos e indiretos. A primeira unidade hospitalar da FSFX em BH terá 380 leitos para atendimentos de alta e média complexidade, devendo oferecer uma estrutura multifuncional de serviços de saúde, com suporte de urgência e emergência, hospital-dia e uma linha especial de cuidado ao idoso.

O hospital, inicialmente, deverá funcionar em etapas, primeiramente com a abertura de 140 leitos e um corpo clínico com aproximadamente 250 médicos e equipe multidisciplinar, como enfermagem, fisioterapia, nutrição, psicologia, assistência social e de suporte.

Deverá oferecer inúmeras especialidades médicas à população, além de exames de ponta e alta tecnologia. Também está prevista uma unidade de Pronto-Socorro e atendimento 24 horas de urgência e emergência.

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Botão Voltar ao topo