Em FocoÚltimas Matérias

Usiminas e FSFX apresentam projeto de novo hospital: Unidade será a primeira estrutura hospitalar filantrópica de grande porte na região da Pampulha

 Alexandre Kalil, prefeito de Belo Horizonte, e Sérgio Leite, presidente da Usiminas, durante a reunião de apresentação do projeto do Hospital Usiminas.

O presidente da Usiminas, o diretor de Soluções em Saúde e Mercado e o presidente do Conselho Curador da Fundação São Francisco Xavier (FSFX), respectivamente, Sérgio Leite, Marcelo Teixeira e César Bueno, participaram, recentemente, de um encontro com o prefeito de Belo Horizonte, Alexandre Kalil, para a apresentação do projeto de instalação do Hospital Usiminas. O empreendimento irá ocupar o prédio onde é hoje a sede da siderúrgica na região da Pampulha/Belo Horizonte. A venda do imóvel para a FSFX (que já administra o Hospital Márcio Cunha, em Ipatinga) foi anunciada pela companhia no dia 17 de dezembro passado.

Segundo Leite, o novo hospital chega no momento em que a saúde concentra as atenções do mundo e que as pessoas passaram a observar, ainda com mais atenção, as diferentes opções de atendimento. “É uma grande alegria para todos nós poder contribuir com um aspecto tão importante na vida das pessoas quanto a saúde. A Usiminas foi fundada em Belo Horizonte e segue presente na cidade há mais de 60 anos. Hoje, damos um passo importante nessa relação de parceria, ao oferecermos à capital toda a excelência da Fundação São Francisco Xavier, já conhecida por boa parte dos mineiros do leste do Estado”, destaca.

O executivo lembra, ainda, que a unidade irá atender uma parcela significativa de moradores da capital que não conta com o atendimento de porte hospitalar próximo de casa. Irá também preencher uma lacuna na rede existente. “Este, certamente, é um legado que a empresa deixa para a atual e para as próximas gerações”, avalia.

O prefeito Alexandre Kalil avaliou o projeto como bastante positivo para a cidade. “Em quatro anos à frente da prefeitura, recebemos muitas propostas, sempre com alguma contrapartida. Hoje, foi diferente. A Usiminas trouxe um presente para a população de Belo Horizonte. Um novo hospital, com atendimento ao SUS e, em especial, custeado por entidade privada, que é um ponto importante para o setor público. Reforço nosso agradecimento à empresa pela iniciativa”, afirmou.

Estrutura – O novo Hospital Usiminas deve ser destinado a atendimentos de alta e média complexidade, devendo ofertar 300 leitos. Assim como já ocorre nos outros hospitais geridos pela FSFX, a nova unidade deve atender pacientes de convênios, particulares e também oriundos do Sistema Único de Saúde. A previsão é que o Hospital Usiminas ofereça uma estrutura multifuncional de serviços de saúde, com suporte de urgência e emergência, hospital-dia e também uma linha especial de cuidado ao idoso.

“Queremos trazer para Belo Horizonte a experiência bem-sucedida do Hospital Márcio Cunha, em Ipatinga. O HMC é destaque em humanização, alta tecnologia, sendo uma referência para uma população superior a 1,5 milhão de pessoas em atendimentos de alta complexidade”, informa Teixeira. Segundo o diretor, a proposta é seguir com o modelo que une um corpo clínico altamente capacitado, tecnologia de ponta e investimento em pesquisa também no novo hospital.

O investimento na unidade está estimado em R$250 milhões e deve gerar cerca de 700 empregos na fase de preparação. A expectativa é que o funcionamento seja iniciado em etapas, com a abertura inicial de 100 leitos e um corpo clínico com 250 médicos, além de toda a equipe multidisciplinar, como enfermagem, fisioterapia, assistência social e de suporte.

O projeto apresentado ao prefeito prevê a manutenção da arquitetura local, que já é um marco da capital mineira. “Iremos preservar a fachada do prédio, os jardins internos, projetados por Burle Marx e, também, a praça Pedro Melo, que abriga a escultura da artista plástica Tomie Ohtake”, explica Cesar Bueno.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo