EventosÚltimas Matérias

Maior congresso urológico da América Latina vai abordar novas plataformas robóticas e cirurgias no metaverso

O encontro reunirá especialistas nacionais e internacionais para atualização, novidades e avanços na área, sobretudo como a tecnologia tem guiado tratamentos e diretrizes médicas

Imagem de Gerd Altmann por Pixabay 

 Conhecido como o maior evento da Urologia no ano, o XVII Congresso Paulista de Urologia, promovido pela Sociedade Brasileira de Urologia – seccional São Paulo, acontece entre os dias 03 a 06 de setembro, no WTC Events Center. Com a pandemia, o evento que acontece a cada dois anos, retorna agora ao seu formato original e será realizado de forma presencial. A perspectiva é reunir cerca de 3,5 mil pessoas, entre palestrantes brasileiros e internacionais, médicos, fisioterapeutas, nutricionistas, enfermeiros. Um dos destaques da programação, deste ano, será o uso da inteligência artificial e do metaverso na saúde.

Nesta edição, conta com o apoio científico da Associação Americana de Urologia (AUA), Associação Europeia de Urologia (EAU), Sociedade Internacional de Medicina Sexual (ISSM), entre outras entidades internacionais. O objetivo é trazer maior integração entre a comunidade médica urológica, compartilhar experiências, bem como discutir as mais avançadas práticas clínicas nas diversas subespecialidades. Os formatos são educacionais e os conteúdos foram renovados, assim como as sessões de vídeo-cirurgia com alta definição. Já são mais de 30 palestrantes internacionais e outros mais de 500 palestrantes convidados nacionais que vem a São Paulo dividir casos clínicos bem-sucedidos, novos procedimentos, mudança de protocolos de atendimento, bem como atualizar os participantes com um panorama atual da urologia moderna.

“O enfrentamento da pandemia nos últimos anos trouxe inúmeros desafios para a sociedade como um todo, e também para nós médicos, exigindo mudanças abruptas e necessárias. A atualização médica é fundamental para acompanhar toda essa transformação tecnológica. A programação científica desse ano é de altíssimo nível, cujo objetivo é, também, incentivar a educação continuada e ter uma classe médica forte e atuante não só Estado de São Paulo, mas em todo o País”, explica Dr. Marcelo Langer Wroclawski, presidente do CPU 2022 e da Sociedade Brasileira de Urologia de SP.

Programação

Com uma programação diversificada que cobre todas as áreas da Urologia, o CPU desse ano traz cursos pré-congressos que abrangem assuntos como incontinência urinária e prolapso de órgão pélvico, tratamento do câncer de próstata e renal minimamente invasivo. Além disso, cirurgia robótica e laparoscópica, prótese peniana, técnica cirúrgica em enucleação endoscópica da próstata, urodinâmica e disfunções miccionais, entre outros temas.

“Já nos workshops, abordaremos assuntos como uro-oncologia, medicina sexual, infertilidade, litíase urinária e endourologia, laparoscopia e cirurgia robótica, hiperplasia prostática benigna, urologia feminina, urologia de consultório, pediatria, dentre outros. Tratando-se das plenárias, os destaques são bem diversos e entre alguns dos temas apresentaremos o uso da inteligência artificial aplicada à prática clínica urológica”, assinala Dr. Leonardo Seligra Lopes, Diretor de Comunicação da Sociedade Brasileira de Urologia Secção SP.

Além desses temas, a participação de profissionais falando sobre intervenção de medicina fetal, casos de câncer de pênis, dilemas na terapia de reposição de testosterona e estratégias reais de tratamento de hipogonadismo em que deseja fertilidade. A programação também traz temas como implantes de testosterona no Brasil, varicolece, uro-oncologia de bexiga e rim, neuroulogia, eletroporação irreversível para tratamento câncer de próstata localizado, reconstrução genial, urologia no metaverso uma experiência em 3D e no tratamento da infertilidade masculina.

Mais informações:

cpu22.com.br/cpu2022

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Botão Voltar ao topo