DestaquesÚltimas Matérias

Faculdade Ciências Médicas – MG inaugura novo Campus e nova sede do Ambulatório, com atendimento 100% SUS!

Ampliada e modernizada, a nova estrutura aprimora o aprendizado dos estudantes e a assistência à população.

A Fundação Educacional Lucas MachadoFeluma, mantenedora da Faculdade de Ciências Médicas de Minas Gerais, em Belo Horizonte, segue investindo em novas tecnologias e na expansão de sua estrutura para aperfeiçoar o ensino ofertado e a assistência em saúde, por meio de atendimento 100% SUS. Dia 10 de fevereiro, quinta-feira, ela inaugura o Campus II da Faculdade Ciências Médicas. A solenidade acontecerá no formato híbrido, ou seja, presencial e transmissão ao vivo, pelo canal da instituição no Youtube: youtube.com/faculdadecmmg (Inauguração do Campus II da Faculdade Ciências Médicas – MG – YouTube).

O novo edifício da Ciências Médicas, localizado na Av. Andradas, 1.093 – Centro da capital mineira, será um importante espaço de formação de profissionais e atendimento à população, nas mais diversas áreas da saúde, por meio da prática acadêmica orientada e supervisionada. O Campus II possui instalações modernas, dentro dos mais altos padrões de qualidade, que propiciarão maior conforto para os pacientes e maiores possibilidades para a prática pedagógica de excelência.

Sua estrutura, abriga também o Ambulatório Ciências Médicas, com acomodações modernas e informatizadas, incluindo 24 salas de aula, 76 consultórios, bloco cirúrgico, sala de fisioterapia, auditório, deck, jardim e refeitório, oferecendo atendimento a partir de consultas básicas em Clínica Médica, Pediatria, Ginecologia e Cirurgia Ambulatorial, além de consultas especializadas em Endocrinologia, Dermatologia, Mastologia, Hematologia e Cardiologia.

Em Fisioterapia, o Ambulatório oferece também atendimento nas áreas respiratória adulta e infantil, ortopédica, neurológica adulta, saúde da criança e saúde da mulher, além de receber pessoas com demandas de Psicologia, abrangendo avaliação neuropsicológica, atendimento psicológico (psicanálise, comportamental e humanismo), psicodiagnóstico e orientação profissional.

Atualmente, são realizados em média 4.267 procedimentos mensais. Com a nova estrutura, a capacidade do Ambulatório irá aumentar em 40%, ou seja, passarão a ser realizados mais de 6.000 procedimentos por mês.

De acordo com o presidente da Feluma, Dr. Wagner Eduardo Ferreira, o Campus II traduz a vocação filantrópica da Instituição. “O novo Campus da Faculdade Ciências Médicas foi criado para ser uma estrutura de formação intelectual e técnica, associada ao acolhimento dos usuários do SUS. Desta forma, entregamos para a sociedade o conhecimento produzido no ambiente acadêmico, por meio do atendimento qualificado à população, com foco na atenção básica, equilibrando ações preventivas e curativas”.

O aspecto do cuidado em saúde sempre esteve ligado à história da Ciências Médicas, e isso se reflete nas decisões da Instituição, destaca ainda o presidente da instituição. Segundo ele, “a Feluma nasceu de um ideal de ampliar o acesso à saúde por meio da formação de profissionais qualificados, com forte embasamento humano e ético. Esse espírito esteve presente em toda a sua história e intensificou-se na última década, a partir de amplos investimentos em inovação. O novo Campus é um reflexo disso e fortalece o nosso papel de referência no mercado.”

Para potencializar o aprendizado e a eficiência dos atendimentos, os consultórios foram planejados especificamente para a prática clínica e o acesso à assistência médica. Além disso, salas próprias para discussão de casos clínicos estarão à disposição.

A nova estrutura vai possibilitar mais integração entre teoria e prática, permitindo aos estudantes o contato direto com o dia a dia do atendimento ambulatorial, supervisionados por seus professores. As mudanças provenientes da nova estrutura posicionarão o Ambulatório como um espaço dedicado à formação, além da prestação de atendimento assistencial. É uma sala de aula, com professor, aluno e paciente, ressalta o Dr. Wagner Eduardo Ferreira, observando que “uma faculdade que possui campo próprio de estágio para alunos e professores exercerem a prática clínica certamente demonstra diferencial. Tal realidade é um instrumento que respalda a qualidade do ensino oferecido.

Concluindo, afirma: “essa iniciativa trará mais autonomia para que a Faculdade estabeleça fluxos e modelos assistenciais, com melhor aproveitamento pedagógico e prática da saúde ainda mais humanizada. Amplia-se, então, a possibilidade de transmitir ao aluno uma aprendizagem em gestão do serviço de saúde de acordo com critérios técnicos, assistenciais e éticos”. _________________________________________________________________________________________________________

Leia na próxima quarta-feira (09-02-2022) no Portal Medicina e Saúde: “Combate ao Câncer: Tratamentos inovadores podem salvar vidas”. Conheça a história de Moisés Hofer Bastos, com um tumor na coxa direita.  Amanhã, no  Portal Medicina e Saúde!

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Botão Voltar ao topo