COVID-19Últimas Matérias

Vera Cruz Hospital de Campinas atinge padrões internacionais no tratamento da Covid-19

O diretor-presidente do Vera Cruz Hospital, Erickson Blun:Este fato se deve a uma dedicação intensa de profissionais que estudaram e aprenderam na linha de frente, trabalhando intensamente. Crédito foto:  Matheus Campos

     O Vera Cruz Hospital de Campinas/SP, conseguiu reduzir o tempo de internação de pacientes com covid. Sua taxa caiu para 40%, em 10 de fevereiro deste ano, informa o diretor-presidente da instituição, Erickson Blun.

Segundo ele, “quando a pandemia teve início, tivemos casos de pacientes internados por 40 dias. Em alguns meses, reduzimos este tempo para 10 dias. Agora, nosso tempo de permanência está em torno de 5 a 6 dias, uma redução significativa, o que demonstra importante curva no aprendizado da ciência.

Houve também redução na taxa de mortalidade de pacientes atendidos. De acordo com um estudo publicado na revista científica The Lancet Respiratory Medicine, divulgado em janeiro, a mortalidade dos pacientes internados no Brasil é de 38%, enquanto no Vera Cruz Hospital ela atinge apenas 13%.

Este fato, explica Blun, se deve a uma dedicação intensa de profissionais que estudaram e aprenderam na linha de frente, trabalhando intensamente. Nossa ocupação atual é de 80% dos leitos destinados à Covid-19, mesmo percentual do início da pandemia.

Atualmente, o Vera Cruz Casa de Saúde conta com 40 leitos de Terapia Intensiva e 30 leitos de quartos simples ou duplos para tratamento da Covid-19, sendo 10 destinados ao Sistema Único de Saúde (SUS), contratados pela Prefeitura Municipal de Campinas.

“Ainda temos condições de aumentar alguns leitos completos, com respiradores, bombas de infusão e monitores, caso tenhamos um crescimento dos casos”, acrescenta o diretor-presidente do Vera Cruz Hospital de Campinas, ao destacar que em 10 meses, a unidade atendeu mais de 25 mil pessoas, atingindo padrões internacionais no tratamento da doença. Desde março do ano passado, mais de 700 pessoas receberam alta.

            Índices internacionais – De acordo ainda com a publicação da revista científica The Lancet Respiratory Medicine, 80% dos pacientes que precisaram de ventilação mecânica, ou seja, foram intubados em razão da Covid-19, morreram no Brasil. A pesquisa traz uma análise retrospectiva de todos os 254.288 pacientes que foram hospitalizados no país, com diagnóstico confirmado por meio do exame RT-PCR. A Casa de Saúde revelou, no entanto, que na sua unidade esses índices são de 47%.

“Com 6,5 mil casos confirmados da Covid-19 no Vera Cruz Casa de Saúde, a unidade conta com uma taxa de mortalidade de 1%, menor do que a média nacional, de 2,45%. Os números colocam o hospital em um patamar internacional. Nos Estados Unidos, por exemplo, a taxa é de 1,6%”, explica Blun. Em São Paulo, a taxa de mortalidade atinge 3,3% e, em Campinas, 2,73%.

“Tanto a redução do tempo de internação quanto a taxa de mortalidade em 1% reafirmam a seriedade do Vera Cruz Hospital em atuar com excelência junto aos pacientes. Porém, a nossa torcida é para que as vacinas cheguem para a população geral, antes de um possível aumento nessa curva”, avalia Blun.

No último dia 22 de janeiro, um grupo de 1,2 mil funcionários do Vera Cruz Hospital, que atuam na linha de frente ao combate da doença, foi imunizado com a primeira dose da vacina. “Uma sensação de alívio muito grande em um momento tão importante e que indica que não estamos mais tão longe de uma vida normal”, completa o diretor-presidente.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo